quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

última mensagem recebia em 22/01, ás 19:19

minha vida se tornou um livro. um caderno, todo escrito a lápis. apago o que quero.
mas ainda resta as sombras, pois escrevo muito forte em minhas páginas.
eu sonho o tempo todo, eu vivo o tempo todo, e me entrego de corpo, alma e coração aos seres. moro em mim. mas me mudo sempre. meus olhos enxergam tudo sem preconceito algum. não sei mais o que é bonito. nem o que é feio.,
grotesco. todos pra mim, tem o mesmo valor sentimental. tudo se torna grande aos meus olhos.

"Vejo tudo como uma história sabe, na qual podemos viver o novo dia de uma nova forma.
Mesmo que não escrevesse nem se quer uma linha ainda assim sua história seria bela, pois sei de tão grande são suas
ideias e tão boa a sua intenção. Sou só um poeta que gosta de mudar a vida das pessoas ..." Daniel, numa conversa qualquer de msn.

ele me impressiona e me intriga. é um ser grande e absurdo. é incrivelmente obscuro, mas as vezes deixa uma fresta de luz. uma linda porta !

4 comentários:

Andre disse...

E ai garota !!!!
bem legal esses textos,
pena q eu num tenho paciência de
ler todos eles ... xD
Mas um coisa eh certa:
FORA MALLU !!
VENHA BRUNA !!

U-HU !!!!
bjus moça.
:*

Caяol Costa disse...

Amei esse texto *--*

Luis G. Nacinovic disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luis G. Nacinovic disse...

Amei o texto!

Concordo, a Mallu até canta bem, mas NEM SE COMPARA à Bruna, inclusive em relação à inteligência...

A Mallu é burra que nem uma porta, e ainda age como uma criança... ._.