quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

vo cê

saudade
dos teus braços bordados.
seu cheiro verde-mato.
saudade do curupira
que habita tua
alma
saudade do sorriso
que abres
nos olhos...
todos os dentes.

Nenhum comentário: