quinta-feira, 29 de abril de 2010

pálpebra

quase sempre me falta voracidade
me falta força
pra contar do que me escapa
pelos olhos
mas ai nem precisa dizer
fazer
contar
conter
é só olhar-te
e sinto falta das grossas
pálpebras
rubras pálpebras
que me observam
de longe
de vagarosamente
saudade
a nossa inútil paisagem

Nenhum comentário: