domingo, 30 de setembro de 2012

Real

A vida anda no acaso,
sem culpa.
É mera força que empurra os pés
e os olhos, à frente .
Parece que só eu a sinto

DENSA E ÁCIDA

Nenhum comentário: