segunda-feira, 13 de maio de 2013

Vereda

Acordei no vazio da cama...

Posso sentir sua alma, do outro lado da cidade.
Adormeço pelos cômodos, com seu cheiro, seu semblante.
Me lembro da dor e transbordo pelos olhos
E se for? Quanto tempo mais?
Seus olhos alcançam? Meu tempo é outro.




domingo, 5 de maio de 2013

Brsl

O Brasil se agita na bandeira
Aquela dentro de mim
que me afaga e protege.

Se agita ao longe
perto do azul do céu,
onde Deus pintou a parede do mundo

Esse meu Brasil tem fome de gente,
fome de amor.
fome do orgulho em seus filhos,
que crescem ao som dos gorjeios
ao som do canto dos galhos
e riachos

Seus filhos são grandes
no som,
na poesia,
na dança da chuva.

Todos cantam a cantiga do vento
que Iansã compõe todo dia,
em sua homenagem

Esse Brasil tem ouro e fome
Tem dor e carnaval
Tem sede e Amazonas
Tem cimento em Pantanal

Esse Brasil é meu amado, confidente,
sorridente.